Ao Vivo

Acessar

Ao Vivo

Ouça nossas rádios

RTVI ARTE

Festival virtual Sarau Viva Nordeste - 2ª edição tem semana intensa com oficina, música e roda de conversa sobre cordel


Grupo Coco Yiawarete | Foto: Divulgação

A segunda edição do Sarau Viva Nordeste, que desde o início de fevereiro tem apresentado uma série de apresentações artísticas virtuais ligadas à cultura nordestina, dá início em março à uma programação praticamente diária de oficinas. Todas elas são gratuitas, e só é necessário se inscrever antecipadamente pelo site www.sarauvivanordeste.com.br.

Com artistas sediados em São Paulo, especialmente na cidade de Campinas, o evento traz, a partir do dia 08, a oficina "Capas de Cordéis", ministrada pela arte educadora, escritora e ilustradora de livros infantis e juvenis Nireuda Longobardi, nascida no Rio Grande do Norte, mas residente em São Paulo. Sua obra mais recente "O homem sem alma" (editora do Brasil) recebeu os selos Seleção Cátedra UNESCO de Leitura (Puc-Rio) e Altamente Recomendável (Fundação Nacional do Livro). Os participantes poderão conhecer técnicas da xilogravura, gravura com isopor, argila e colagem para o desenvolvimento de capas de cordéis com a utilização de materiais que normalmente seriam descartados.  As aulas são das 14h às 15h, até o dia 11 de março.


Nireuda Longobardi | Foto: Divulgação

À noite, a quinta-feira (11) é reservada para a palestra espetáculo "Afronordestinas", com o grupo La Cantante de La Trinidad e Sus Hijos. A apresentação é às 19h30, com transmissão pelo canal do Youtube e pelo Facebook. Formado pela griot Nil Sena e seus filhos Luzia Beija-Flor e Francisco da Mata, o grupo apresenta cordéis e composições autorais que levam o público a uma reflexão em torno da africanidade e da riqueza cultural do povo brasileiro, especialmente do Nordeste. A família traz também para o espetáculo a prática natural da cultura Griot, dos saberes populares e da força da oralidade nas práticas culturais negro-nordestinas.


La Cantante de La Trinidad e Sus Hijos | Foto: Divulgação

O Coletivo Teodoras do Cordel encerra a semana com a roda de conversa "Cordéis Femininos nas Bibliotecas", na sexta-feira, 12/03, Dia do Bibliotecário, às 19h30. Fundado em 1º de julho de 2020, o coletivo reúne mulheres ligadas à literatura de cordel no Estado de São Paulo e tem como objetivo promover ações que tenham relação com o cordel feminino por meio de saraus, oficinas, clubes de leitura, grupos de estudos e pesquisas, entre outras atividades. As integrantes atuam em diversas frentes: são escritoras, xilógrafas, poetisas, cordelistas, contadoras de histórias, professoras, atrizes, cantoras e pesquisadoras. Dani Almeida, uma das idealizadoras e produtoras do Sarau Viva Nordeste, é uma das artistas do grupo. Pernambucana radicada em Campinas há 10 anos, é autora de dezenas de cordéis infantis e adultos, como "Luta Contra a Violência Feminina em Literatura de Cordel" , obra selecionada para integrar a 34ª edição do programa Criança Esperança, da Rede Globo de Televisão, em 2019.


Foto: Divulgação

No dia 15 de março, às 10h, tem início mais uma oficina. O encontro do cordel com a xilogravura pretende oferecer aos participantes um mergulho poético, artístico e literário pela cultura regional nordestina e suas manifestações artísticas populares, a partir da produção de cordéis, retratados em versos, rimas, métricas e xilogravuras. Os facilitadores são Marco Haurélio e Lucélia Borges. Ele, baiano, autor, poeta, folclorista, pesquisador da cultura brasileira, contador de histórias e divulgador da literatura de cordel, tem mais de 40 títulos publicados, a maior parte dedicada a este gênero. Ela, também nascida na Bahia, é produtora cultural, artista plástica, xilogravadora, contadora de histórias e terapeuta. Graduada em Letras, dedica-se à pesquisa das manifestações tradicionais do interior baiano, com destaque para a cavalhada teatral de Serra do Ramalho e de Bom Jesus da Lapa, tema de sua pesquisa para o mestrado na EACH/USP. 

A oficina de "Música Popular Nordestina", de 22 a 25 de março, propõe apresentar aos participantes os folguedos e suas estruturas melódicas, harmonias, características e instrumentação, com práticas voltadas à mistura do tradicional com o popular. Ela será ministrada pelo paraibano Gilber Souto Maior. Mestre em Música pela Unicamp (2014) e bacharel em violão erudito pela USC - Bauru (2009) sempre teve em sua vida acadêmica e artística a cultura popular do nordeste brasileiro como referência. Cordelista, é fundador e coordenador do grupo Madureira Armorial, que desde 2011 se dedica à música erudita baseada nos folguedos populares do nordeste, com um álbum lançado em 2015, totalmente didático, sobre o movimento armorial de Ariano Suassuna e a vida do escritor brasileiro.

Fundado em Salvador/BA, em 1994, o GRUMALUC Teatro de Bonecos comanda a oficina de Construção de Bonecos com Sucata, de 23 a 26 de março. Com mais de 25 anos de experiência na área cultura, espetáculos de bonecos, 25 peças e mais de 10 mil apresentações, a dupla autodidata Márcia Marchette e Teca Rios atua na região de Campinas desde o ano 2000 especialmente com espetáculos infantis para arte-educação, e parcerias com entidades como Mata de Santa Genebra, Estação Ambiental de Joaquim Egídio, Museu de História Natural, entre outras.

Sobre o Sarau Viva Nordeste

Ao longo dos meses de fevereiro e março de 2021, o Sarau Viva Nordeste - 2ª edição, festival virtual de homenagem à cultura nordestina, abre espaço para diversas apresentações de artistas sediados no estado de São Paulo, especialmente em Campinas/SP. São vários formatos: os 'saraus aperitivos' são uma espécie de pocket show virtual, que acontecem à noite, durante a semana; as rodas de conversa trazem à tona diálogos com coletivos e movimentos que têm o Nordeste como referência em seus fazeres artísticos. Com edições semanais, as palestras espetáculos querem despertar no público a sensação de estar em uma grande plateia, como num teatro, casa de show ou centro cultural. Os sábados são reservados para os Grandes Saraus, com mais de três horas de duração, reunindo numa mesma tarde diferentes artistas e variadas performances. Todos os eventos são transmitidos ao vivo pelas redes sociais. 

Esta nova edição do Sarau do Nordeste foi selecionada pelo Edital ProAc Expresso Lei Aldir Blanc 40/2020, e tem produção da Diálogos Produções Culturais. O projeto nasceu do encontro da cordelista pernambucana, arte educadora e jornalista Dani Almeida com a produtora cultural campineira Janice Castro. Engajada em diversas atividades nos espaços culturais de Campinas, a dupla decidiu fortalecer o espaço para a cultura nordestina a partir da sua região. 

Serviço
Sarau Viva Nordeste - 2ª Edição
Até 27 de março de 2021
Programação completa: www.sarauvivanordeste.com.br
Transmissão: o Youtube e pelo Facebook

Próximos eventos
08 a 11/03 -  das 14h às 15h - Oficina Capas de Cordéis, com Nireuda Longobardi (necessária inscrição prévia pelo site www.sarauvivanordeste.com.br) Evento com tradução em Libras

11/03 (5ª) - 19h30 - Palestra Espetáculo: Afronordestinas, com o Grupo La Cantante de La Trinidad e sus hijos.

12/03 (6ªf) - 19h30 - Roda de Conversa: Cordéis Femininos nas Bibliotecas, com o coletivo feminino Teodoras do Cordel.

15/03 a 18/03 - das 10h às 11h - Oficina: Encontro do cordel com a xilogravura, com Marco Haurélio e Lucélia Borges (necessária inscrição prévia pelo site www.sarauvivanordeste.com.br) Evento com tradução em Libras

18/03 (5ªf) -  19h30 - Sarau Aperitivo: Fadices e Bruxarias nas Terras do Cangaço, com  Suzana Montauriol e Carlos Rezendes.

19/03 (6ªf)  - 19h30 - Palestra Espetáculo: No ritmo do Coco, com o Grupo Coco Yiawarete

20/03 (sáb) - 14h - Grande Sarau: Nordeste do faz e conta e encanta, com Cleusa Santo (contação de histórias), Cacá Lopes (cordel), Samuel de Monteiro (cordel), Juliana Firmo (teatro) e Aldy Carvalho (música regional).

22 a 25/03 - das 14h às 15h - Oficina: Música Nordestina, com Gilber Souto Maior (necessária inscrição prévia pelo site www.sarauvivanordeste.com.br) Evento com tradução em Libras

23 a 26/03 - das 10h às 11h - Oficina: Construção de Bonecos com Sucata, com Grumaluc - Teatro de Bonecos  (necessária inscrição prévia pelo site www.sarauvivanordeste.com.br)

25/03 (5ª ) - 19h30 - Sarau Aperitivo: Comidas nordestinas, com Chef Marcelo Reis e a cantora Ilcéi Mirian.

26/03 (6ª) - 19h30 - Palestra Espetáculo: Encantos Circenses Nordestinos, com o Grupo Último Tipo.

27/03 (sáb) - 14h - Grande Sarau: Nordeste Circense, com Palhaço Custelinha (performance circense), Edimaria e Miro Cena (música e contação de histórias), Varneci Nascimento (cordéis divertidos)  e Ana Person (música).

 

 




VEJA TAMBÉM