Ao Vivo

Acessar

Ao Vivo

Ouça nossas rádios

RTVI ARTE

‘De Esperança em Esperança’ uma homenagem a Dom Paulo Evaristo Arns




O Museu de Arte Sacra de São Paulo - MAS / SP, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, em parceria com a Basílica Menor de Sant`Ana, inaugura, no dia 25/1, na Sala MAS/Metrô Estação Tiradentes, a exposição "De ESPERANÇA em Esperança", composta por 40 fotografias que registram a trajetória eclesiástica e pastoral de Dom Paulo Evaristo Arns, sob curadoria do Prof. Dr. Pe. José Roberto Abreu de Mattos e Prof. Dr. Pe. José Ulisses Leva.

Com imagens registradas por Luciney Martins, Douglas Mansur e dos acervos do Arquivo da Arquidiocese de São Paulo e do Banco de Imagens do Colégio Santo Américo, a exposição visa retratar momentos representativos na vida de Dom Paulo Evaristo Arns, desde sua nomeação como Bispo Auxiliar de São Paulo, em 1966 a seu período de cardinalato em São Paulo. O Cardeal dos Pobres, mas também o Cardeal da ESPERANÇA,, exerceu seu ministério episcopal com grande dedicação, deixando inúmeros ensinamentos. Nos 28 anos à frente da Arquidiocese, criou 43 paróquias, construiu 1.200 centros comunitários e incentivou e apoiou o surgimento de mais de 2.000 Comunidades Eclesiais de Base (CEBs) na capital paulista, tendo sua biografia relatada em uma dezena de livros.

Nascido em Forquilhas (SC), Dom Paulo Evaristo Arns é o quinto de uma família de 13 irmãos, filho de um casal de descentes alemães, imigrantes da região do Rio Mosela. Em setembro de 1921 decidiu seguir o caminho da vida religiosa tornando-se frade franciscano. Faleceu em dezembro de 2016, aos 95 anos, reconhecido, nacional e internacionalmente, como teólogo, escritor, estudioso de patrística, defensor da pessoa humana e pastor dedicado a Igreja.

Em 1983, criou a Pastoral da Criança com a irmã Zilda Arns. Em entrevistas, costumava dizer que: "para que transformações aconteçam, é importante cada um se interessar pela política e agir, no sentido de defender os direitos daqueles que mais precisam". Em 2012, se tornou o mais antigo de todos os membros do Colégio Cardinalício. Como cardeal eleitor, participou de dois conclaves, os de agosto e outubro de 1978, que escolheram os papas João Paulo I e João Paulo II, a quem recepcionou em São Paulo em 1980. Muito pode ser dito sobre este franciscano que amou os pobres, organizou a Igreja nas periferias paulistanas, teve zelo pela liturgia e incentivou o protagonismo do leigo. Intelectual, pessoa de fácil comunicação e promotor de pastorais e obras sociais, recebeu inúmeros prêmios e homenagens no Brasil e no exterior. Entre eles, o Prêmio Nansen do Alto Comissariado da ONU (Organização das Nações Unidas) para Refugiados (Acnur), o Prêmio Niwano da Paz (Japão) e o Prêmio Internacional Letelier-Moffitt de Direitos Humanos (EUA), além de 38 títulos de cidadania.

"A exposição, 'De Esperança em Esperança' - Itinerário eclesiológico no Pastoreio de Dom Paulo Evaristo Arns, desejou contemplar, através de registros fotográficos, uma história edificadora de entrega e serviço ao Reino de Deus, que completamente envolvido com o 'Reino dos homens', deixou sua marca na defesa e liberdade dos direitos humanos. Um homem de um carisma e humanidade admiráveis".

Pe. José Roberto Abreu de Mattos e Pe. José Ulisses Leva.

Exposição: "De ESPERANÇA em ESPERANÇA" | Dom Paulo Evaristo Arns

Curadoria: Prof. Dr. Pe. José Roberto Abreu de Mattos e Prof. Dr. Pe. José Ulisses Leva.

Abertura: 25 de janeiro - terça-feira - das 11h às 14h

Período: de 26 de janeiro a 20 de março de 2022.

Local: Sala MAS/Metrô - Estação Tiradentes

Endereço MAS/SP: Avenida Tiradentes, 676 - Luz, São Paulo (ao lado da estação Tiradentes do Metrô)

Tel.: 11 3326-5393 - informações adicionais

Horários: De terça-feira a domingo, das 11 às 17h (entrada permitida até as 16h30)

Ingresso: R$ 6,00 (Inteira) | R$ 3,00 (meia entrada nacional para estudantes, professores da rede privada e I.D. Jovem - mediante comprovação) | Grátis aos sábados | Isenções: crianças de até 7 anos, adultos a partir de 60, professores da rede pública, pessoas com deficiência, membros do ICOM, policiais e militares - mediante comprovação

OBRIGATÓRIO USO DE MÁSCARA E APRESENTAÇÃO DE COMPROVANTE DE VACINAÇÃO

INGRESSOS PODEM SER ADQUIRIDOS ATRAVÉS DO SITE DO MUSEU - link para ingressos




VEJA TAMBÉM