Ao Vivo

Acessar

Ao Vivo

Ouça nossas rádios

SÃO PAULO FM

Apresentador Jô Soares morre aos 84 anos em São Paulo
Sua última aparição pública de Jô foi em fevereiro de 2021, quando foi clicado ao tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19


Divulgação

O apresentador, ator, escritor e humorista, Jô Soares morreu na madrugada desta sexta-feira (5) aos 84 anos. A informação foi confirmada por sua ex-mulher Flavia Pedras nas redes sociais. Ele estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, desde o dia 28 de julho. A pedido do próprio José Eugênio Soares, a causa da morte não será divulgada, pois ele queria discrição nesse momento. O velório não será aberto ao público.

"Faleceu há alguns minutos o ator, humorista, diretor e escritor Jô Soares. Nos deixou no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, cercado de amor e cuidados. O funeral será apenas para família e amigos próximos", ela escreveu ao postar uma foto de Jô em seu perfil.

Vida e carreira

José Eugênio Soares nasceu no dia 16 de janeiro de 1938, no Rio de Janeiro. Filho único do empresário paraibano Orlando Heitor Soares e de Mercedes Leal Soares, com apenas 12 anos ele se mudou com a família para a Europa, onde pensou em seguir a carreira diplomática. Estudou em colégios renomados como o Colégio de São Bento, no Rio, Colégio São José, em Petrópolis, e no Lycée Jaccard, em Lausanne, na Suíça, mas seu amor pelo teatro falou mais alto. 

No ano de 1956, Jô fez sua estreia na televisão no elenco da "Praça da Alegria", na Record TV, onde ficou por aproximadamente 10 anos. Em 1959, interpretou um americano no filme "O Homem de Sputinik", dirigido por Carlos Manga e estrelado por Oscarito. No mesmo ano, escrevia para um programa da TV Continental chamado "TV Mistério, que tinha no elenco Paulo Autran e Tônia Carreiro. Ainda na Record TV, Jô fez outros diversos programas. "Família Trapo",de 1967, foi um dos primeiros que assinou como criador, ao lado de Carlos Alberto de Nóbrega. 

Seu primeiro humorístico da TV Globo aconteceu apenas em 1970, com o "Faça Humor, Não Faça Guerra", que virou um marco com piadas curtas e cortes secos. Jô Soares interpretava, entre outros, o Bêbado, o professor Gengir Khan, o Irmão Thomas, Manchetão e, um dos seus maiores sucessos, a espevitada Norminha, uma jovem cantora hippie.

Jô deixou o programa em 1981, para fazer sua primeira empreitada solo: "Viva o Gordo".
No "Viva o Gordo", Jô viveu personagens icônicos, como o Reizinho, que satirizava a situação política do país, e o Capitão Gay, super-herói que usava um uniforme rosa. Ao mesmo tempo, ele apresentava um quadro no Jornal da Globo. Em 1983, lançou o seu primeiro livro: "O Astronauta sem Regime", uma coleção de crônicas publicadas no jornal O Globo.

A carreira de apresentador começou depois que Jô deixou a Globo e foi trabalhar no SBT, em 1987. Ele estrelou o humorístico "Veja o Gordo" e logo embarcou no seu grande sonho de apresentar um programa de entrevistas no formato de talk-show. Nascia, em 1988, o "Jô Soares Onze e Meia". O programa ficou no ar até 1999. Durante estes 11 anos, foram mais de seis mil entrevistas, com figuras que vão de Bill Gates ao ex-presidente da então União Soviética, Mikhail Gorbachev. 

Como jornalista, escreveu para a revista Manchete, para o jornal O Globo e para a Folha de São Paulo. Entre os anos de 1989 e 1996, foi colaborador da revista Veja e, em 1995, lançou o livro "O Xangô de Baker Street", que ficou na lista dos mais vendidos e foi adaptado para os cinemas em 2001. Ele também escreveu os livros "O Homem que Matou Getúlio Vargas" (1998), "Assassinatos na Academia de Letras" (2005) e "As Esganadas (2011).

Em 2000, ele retornou à Globo como apresentador do icônico "Programa do Jô", que ficou no ar até 2016. Com uma linha parecida com o "Jô Soares Onze e Meia", o programa que ficou no ar por 16 anos foi marcado pelo Sexteto e por grandes entrevistas.

A última aparição pública de Jô foi em fevereiro de 2021, quando foi clicado ao tomar a primeira dose da vacina contra a Covid-19.
 




VEJA TAMBÉM



SÃO PAULO FM  |   05/08/2022 16h32





SÃO PAULO FM  |   05/08/2022 13h11


SÃO PAULO FM  |   05/08/2022 10h42