Ao Vivo

Acessar

Ao Vivo

Ouça nossas rádios

SCALA FM

Documentário cênico Cartas da Prisão, que retrata a troca de cartas amorosas entre uma mulher e um serial killer, estreia no Sesc Santo André
Com texto de Nanna de Castro, espetáculo mescla ficção e relatos reais de mulheres que sofreram diversas formas de abuso


Crédito: Lyvia Gamerc

Depois de ser concebido em uma versão online, o espetáculo Cartas da Prisão, com texto de Nanna de Castro, estreia nesta sexta (5) no Sesc Santo André, com apresentações às sextas e aos sábados, às 20h00.

O solo, dirigido por Bruno Kottÿ e estrelado por Chica Portugal, é uma espécie de documentário cênico que mistura ficção com relatos reais de mulheres que sofreram diferentes formas de abuso de seus companheiros.

Em cena, Chica Portugal dá vida a uma atriz-performer chamada Rita, que realiza um espetáculo a partir de suas pesquisas sobre relacionamentos abusivos. O fio condutor da peça da personagem são cartas que foram encontradas debaixo do colchão de um presidiário em uma penitenciária de São Paulo. Trata-se da correspondência amorosa entre uma mulher que assina como "M" e um psicopata conhecido como "o maníaco da flor", condenado por matar esquartejar mais de 40 mulheres.

A partir das cartas, Rita revela o relacionamento abusivo que viu a própria mãe viver com seu pai, o que fez a protagonista sair de casa muito jovem. O público acompanha a evolução do relacionamento entre "M" e o "maníaco da flor" e o desgaste da relação entre Rita e sua mãe - incapaz de deixar o relacionamento abusivo. E as histórias destas mulheres vão se tornando cada vez mais parecidas.

Rita também traz para a cena depoimentos reais de outras mulheres que viveram experiências amorosas com abusadores, além de materiais diversos de pesquisa sobre o tema. Na colcha de retalhos que vai se formando entre todas as histórias, ela questiona a si mesma e o público sobre nossas possíveis e inimagináveis relações com o abuso como indivíduos e como sociedade.

Já a dramaturgia de Nanna de Castro rompe propositalmente o limite entre realidade e ficção ao transitar entre depoimentos verdadeiros e fictícios, entre o noticiário e o poético. Obras como "Mulheres que Amam Demais", de Robin Norwood, e "Loucas de Amor", de Gilmar Mendes, são referências importantes.

Serviço

Cartas na Prisão, de Nanna de Castro
Temporada: 5 a 27 de agosto, às sextas e aos sábados, às 20h00
Sesc Santo André - Rua Tamarutaca, 302 - Vila Guiomar, Santo André
Ingressos: R$40(inteira)
Duração: 50 minutos

Atividade extra: Bate-papo

Relacionamentos Abusivos e a Romantização da Violência"
Dia 20/08 às 17h00
bate papo abordará as temáticas da violência contra a mulher e fatores sociais que nos fazem romantizar a violência de gênero. O evento faz parte da temporada do espetáculo "Cartas da Prisão", em cartaz a partir de 05 de agosto no Sesc Santo André. O encontro contará com a participação de Luciana Temer, Sérgio Barbosa e Natália Marques, especialistas na temática e combate à violência contra meninas e mulheres.
Área de convivência do Sesc Santo André.
Gratuito.




VEJA TAMBÉM



SCALA FM  |   03/06/2022 18h37





SCALA FM  |   29/03/2022 06h33